Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Just Saying

Blog pessoal

Just Saying

Blog pessoal

17.Jan.16

O Acordar

Acordamos todos os dias com mil e um pensamentos de mil e um sonhos que temos ainda por realizar. 

Acordamos com a dor da saudade. Acordamos com a dor de um coração partido. 

Acordamos com um sorriso. Ou então acordamos com uma tristeza enorme que nos impede de ter vontade e coragem de enfrentar o mundo lá fora.

Acordamos a pensar em como poderia ter sido e em como não foi. 

Acordamos para a vida.

E vemos que o difícil não é o acordar, o levantar da cama, o difícil é a vida. É viver. É enfrentar e correr riscos.

O difícil está no amor, nas amizades, na família, nas perdas, nas conquistas, nos sonhos. O difícil está na caminhada.

 

Já vos custou acordar? Acordar e pensar que o que sonharam não é real, que é mais um dia doloroso em que vão ter de sair de casa e enfrentar as pessoas, o dia-a-dia, a rotina. Quantas vezes não desejaram desaparecer? Quantas vezes não imploraram a Deus por isso? Quantas vezes se sentiram invisíveis? Quantas?

E quantas vezes acordaram a pensar em quão boa a vossa vida é? Em quanta sorte têm. Quantas vezes acordaram cedo demais com a ansiedade de começar um novo dia? Quantas vezes acordaram a sorrir? Quantas?

 

Acordamos com perguntas para as quais não encontramos resposta.

Acordamos entusiasmados pelo início de um novo dia, ou acordamos sem forças.

Acordamos e pedimos desculpa. Ou acordamos com o orgulho que contamina.

Acordamos com amor. Acordamos com rancor.

 

E no fim do dia podemos continuar a sofrer e ter pesadelos, ou então podemos pensar em como o nosso dia pode ser bem melhor. Em como a nossa vida pode ser incrível. E aí adormecemos e sonhamos com tudo de bom e com o que desejamos. E em vez de acordarmos tristes por darmos conta de que nada do que sonhamos é a realidade, acordemos antes com vontade de alcançar e tornar os nossos sonhos reais.

 

A escolha é nossa.

 

4 comentários

Comentar post