Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Just Saying

Blog pessoal

Just Saying

Blog pessoal

27.Jun.16

Carta à vítima #2

Hoje quero que acordes. Quero que vejas o que te estão a fazer e quero principalmente que entendas o que é a humilhação.

Ela começa com um insulto, um empurrão, começa com aquele grupinho que se junta e se ri de ti. Começa quando tu te vês sozinho e isolado por tanto te rejeitarem. Começa e continua quando chegas a casa e te trancas no quarto a chorar, a sentir raiva, a te olhares ao espelho e sentires ódio, e até mesmo quando tu resolves que a solução é te magoares a ti próprio e aos que te rodeiam. Como se isso fosse amenizar a tua dor. Como se isso solucionasse toda a crueldade das pessoas.

Começa sem te dares conta, e consome-te. E vai continuar se tu te mantiveres estático. 

Liberta essa raiva. Grita, chora, e principalmente FALA!

Por muito que tu aches que ninguém te compreende, por muito que penses que não vai resolver, e por muito que te sintas só, tens de olhar á tua volta, tens de ver a tua família, tens de ver quem te ama. Tens de acreditar que te amam, e isso só vai acontecer quando tu te aceitares e quando conseguires ver que nada do que te façam de mal consegue ser maior do que o amor. Tens de falar, tens de desabafar, tens de pedir ajuda. É essencial que peças ajuda e que queiras o melhor para ti, porque tu mereces o melhor!

Ninguém tem o direito de te dizer que não podes, que não és suficientemente bom, que não deves ser assim ou assado. Ninguém tem o direito de te julgar.

E se o fizerem então nunca te esqueças que tu és bem melhor que o ser ignorante que te insulta e te humilha. Tu és forte, és incrível, és amado, e o amor que te dão tem de ser sempre maior do que qualquer pessoazinha que só se sente grande a humilhar os outros, pessoazinha essa sem amor no coração.

Não sintas raiva dele, não nutres dentro de ti um sentimento tão mau. Sente antes pena por essa pessoa não ter o que tu tens, amor. E torce, torce para que ele consiga um dia ver que tudo o que faz está errado e para que absorva muitos sentimentos bons. Talvez um dia consiga ser alguém melhor. O mundo precisa de pessoas melhores.